Início Geral Orlando Ramires é novo secretário de saúde de Porto Velho

Orlando Ramires é novo secretário de saúde de Porto Velho

61
0
COMPARTILHAR

O prefeito dr Hildon Chaves empossou na manhã de sexta-feira (25) o médico sanitarista Orlando Ramires, em substituição ao administrador MBA em gestão, Alexandre Porto. A mudança foi realizada em ato simples no gabinete do prefeito, oportunidade na qual dr Hildon agradeceu pela contribuição e empenho do ex-secretário, deu boas vindas ao novo titular da pasta e repassou as primeiras orientações para o fortalecimento da rede básica municipal de saúde.

O prefeito aproveitou para negar as especulações em torno de uma suposta reforma administrativa por meio da qual estaria em curso a substituição de vários secretários municipais. A “única” prevista, segundo ele, era mesma na pasta da saúde.

“Em que pese a reconhecida competência de gestor do ex-secretário, Alexandre Porto, precisamos avançar mais nesse setor tão sensível e tão essencial”, disse o prefeito. Profissional muito bem conceituado na inciativa privada, Porto deu importante contribuição, mas acabou vencido pelos obstáculos da burocracia governamental.

Antes de encarar novos desafios, Alexandre Porto embarca ainda nesta sexta-feira para a região Sul, onde vai descansar por uns dias. Orlando Ramires, que já ocupou a titularidade da Secretaria de Estado da Saúde, onde também foi adjunto, além de passagens pela direção do Hospital de Base e da Fundação de Hematologia (Fhemeron), assumiu a pasta hoje mesmo.

A crise na Saúde Pública, em grande parte decorrente da crise econômica, é um fenômeno que atinge o país como um todo. Não é um problema localizado. Em Porto Velho houve algum avanço, mas com relação às demais secretarias evidenciou-se um descompasso. Com as mudanças a serem introduzidas no setor, dr Hildon vislumbra um novo cenário que deverá se descortinar até o fim do ano.

Para isso autorizou compra de ambulâncias, aquisição de medicamentos e contratação emergencial de médicos e outros profissionais já concursados e também por intermédio do programa Mais Médicos para atender aos distritos.

Deixe um Comentário